DECIFRANDO O RÓTULO DA RAÇÃO

racao-premium-plus
Para facilitar a escolha dos diferentes alimentos industrializados, as embalagens dos produtos para cães e gatos obedecem a uma regulamentação do Ministério da Agricultura. Portanto, a forma como são apresentados os níveis de garantia e o modo de uso do alimento deve ser igual para todos os fabricantes.

Para facilitar a escolha dos diferentes alimentos industrializados, as embalagens dos produtos para cães e gatos obedecem a uma regulamentação do Ministério da Agricultura. Portanto, a forma como são apresentados os níveis de garantia e o modo de uso do alimento deve ser igual para todos os fabricantes. Um rótulo deve conter níveis de garantia, composição básica e modo de uso.

NÍVEIS DE GARANTIA
Deve conter as quantidades de nutrientes contidos na ração.

PB – Proteína Bruta: Declara a quantidade mínima de proteína presente no alimento, expressa em porcentagem. A qualidade da proteína depende dos ingredientes utilizados na formulação. Nem sempre um alimento com maior percentual de proteína é melhor que outro com menor quantidade. Isso acontece porque existem ingredientes com maior digestibilidade, ou seja, que são melhor aproveitados pelo organismo do animal.

EE – Extrato etéreo: Declara a quantidade mínima de gordura presente no alimento, expressa em porcentagem A qualidade da gordura também depende dos ingredientes utilizados na formulação. Estes ingredientes variam na composição de ácidos graxos, que são essenciais ao animal.

UM – Umidade: Declara a quantidade máxima de umidade (água) que pode estar presente no alimento, expressa em porcentagem

MF – Matéria Fibrosa: Declara a quantidade máxima de fibra que pode estar presente no alimento, expressa em porcentagem. Uma quantidade maior de fibra reduz a qualidade do produto porque reduz a densidade energética e também pode levar à diarréia. A quantidade de fibra pode ser maior em alimentos específicos (light), como os produtos para animais obesos.

MM – Matéria – mineral: Declara a quantidade máxima de minerais que pode estar presente no alimento, expressa em porcentagem. Neste item estão inclusos todos os minerais do alimento.

Ca – Cálcio: Declara a quantidade máxima que pode estar presente no alimento, expressa em porcentagem. Um alimento com muito cálcio pode levar a problemas ósseos. É também muito importante que se obedeça a relação entre as quantidades de cálcio e fósforo do alimento.

P – Fósforo: Declara a quantidade mínima que deve estar presente no alimento, expressa em porcentagem.. É muito importante que se obedeça a uma relação entre as quantidades de cálcio e fósforo do alimento.

COMPOSIÇÃO BÁSICA
Neste item devem estar expostos os ingredientes utilizados na formulação da ração.
É indicado que estes ingredientes sejam dispostos por ordem de inclusão, de maior quantidade para menor quantidade, ou seja, começando do ingrediente que tem em maior quantidade na formulação.

MODO DE USAR
As quantidade recomendadas no modo de usar são obtidas a partir de fórmulas pré-estabelecidas que determinam a energia metabolizável do alimento e a necessidade diária dos animais de acordo com o peso, obedecendo a regulamentação do Ministério da Agricultura. São adequadas para a maioria dos animais e dos alimentos. No entanto, existem diversos fatores que influenciam na necessidade energética do animal, sendo necessários ajustes na quantidade oferecida para se manter o peso de cada animal.

Fonte: http://www.argepasi.com.br/
Paulo Roberto.

 

 

Patinha Kyrios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s